Paulo Assunção Novais: "Pela voz do povo"

Falar sobre uma pessoa sempre será uma missão muito importante, pois através das referências que se recebe de alguém é que formamos a “primeira impressão”. Pensando nisso, decidimos prestar nossa homenagem a Paulo Novais por meio da tão inquestionável “Voz do Povo”.

Após uma embasada carreira na ESSO, Paulo Assunção Novais fundou sua primeira loja, O Super do Povo, em 1983 no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza, Ceará. Hoje o Super do Povo é uma rede sólida com sete grandes lojas espalhadas por Fortaleza e região metropolitana. As unidades contemplam os bairros Henrique Jorge, José Walter, Conjunto Ceará, Passaré, Parque Dois Irmãos, Cambeba e Jurema. 

Sua contribuição para o crescimento do varejo fortalezense foi inestimável, empreendedor nato, Paulo Novais fez parte de grandes redes e centrais de negócios, também realizou um trabalho exemplar na renomada Associação Cearense de Supermercados (ACESU). 

Saiba mais sobre quem foi Paulo Assunção Novais pelos depoimentos de grandes empresários, empreendedores e também colaboradores, amigos e familiares desse memorável mito do setor supermercadista.


 

PAULO NOVAIS – UM HOMEM DE ALMA NOBRE

 

"O varejo e o mundo dos negócios rendem hoje merecidas honras ao amigo Paulo Assunção

Novais, que recentemente partiu. Paulo foi alto executivo da Esso e se orgulhava disso. Dotado de uma especial inteligência, era uma pessoa que valorizava o conhecimento e, por isso, mantinha-se atualizado. 

Quando resolveu empreender seu próprio negócio, O Super do Povo, estudou a fundo o mercado. Diferentemente de alguns empresários que entram num empreendimento sem analisar riscos, Paulo Novais realizava pesquisas antes de iniciar um projeto, e o fazia numa época em que isso era incomum. 

Sabia exatamente quantas mercearias e mercadinhos havia nos bairros em que instalava suas lojas, conhecia bem o consumidor desses locais. Sempre com foco no desenvolvimento bem sustentado dos negócios, alertava quanto aos riscos dos financiamentos e dizia “quem quiser que pegue emprestado; eu prefiro não contratar empréstimos. 

Tenham cuidado com isso! ” Diante de tanto empenho e com o apoio da família, seus negócios prosperaram. Posso dizer que Paulo foi meu professor no ramo supermercadista e não tenho palavras para agradecer o apoio que ele deu tanto a mim quanto à minha equipe quando ainda engatinhávamos nos negócios. Uma vez me disse: “Para você crescer nesse segmento preste bem atenção a três fatores: Seja ético, promova parcerias e faça contas! Em tudo o que for empreender, faças cálculos. O mal de alguns supermercadistas é que não fazem as contas direito! ”

Paulo foi um dos idealizadores da Unisuper – União dos Supermercados – a primeira central de compras do Ceará - que viabilizou o crescimento de muitos supermercados, porém, mais que isso, deu o pontapé inicial para uma série de outras associações comerciais, inclusive, de outros segmentos como material de construção, autopeças, além de várias outras centrais de compras de supermercado, e o fez não somente no Ceará. 

Foi o primeiro presidente da Unisuper e eu, como seu aluno, o sucedi. Recordo com saudade das muitas vezes em que juntos viajamos para participar de reuniões cujo objetivo era reproduzir o modelo das centrais de compras. Ele sempre objetivou construir para todos os varejistas, razão pela qual, abnegadamente, compartilhava suas ideias, a maioria delas voltadas para o associativismo.

Muito inteligente, era uma pessoa de mente inquieta e nos convenceu, com seu exemplo, a

ampliar o projeto associativista. Idealizou e empreendeu a Uniticket. Uma ideia brilhante que

intencionava gerar quase que uma moeda própria/voucher que circulasse entre as lojas da Unisuper. Naquela época, o projeto não foi adiante por falta, talvez, de maturidade do grupo ou de uma visão tão privilegiada de futuro quanto a que ele tinha. Sua mente estava sempre muito à frente do seu tempo.

E foi assim, pensando coletivamente, articulando-se com os demais que fundou a Super Rede. Outra experiência exitosa. Em seguida, o cartão de crédito Super Rede. Estávamos todos mais preparados, mas, ainda assim, todos nós sempre esperávamos a palavra dele, pois ela nos soava como a “batida do martelo”.

Com ele enfrentamos bons e maus momentos do nosso setor, mas Paulo sempre estava ali firme e forte, nos ajudando a ajustar as velas do barco. Solidariedade era sua marca forte e quem o conheceu sabe bem do que estou falando. Paulo Novais partiu, e como me faz muita falta! Saudade dos papos em que trocávamos ideias e discutíamos, de forma saudável, o planejamento de novos projetos.

Vá com Deus, mestre! Siga em paz, querido amigo! Saiba que “Não morre quem deixou na terra a melodia de seu cântico”. Transmito aos familiares meu abraço fraterno, meu reconhecimento e meu agradecimento a esse homem de alma nobre."

(Honório Pinheiro

Supermercado Pinheiro)


"Amigo de longas datas do meu tio João, acabamos virando grandes amigos também e por volta de 2001 passamos a  ter mais proximidade devido a nossa convivência na ACESU.

Com a fundação da Super Rede, ele mesmo me convidou pessoalmente para fazer parte. Eu fui e a partir dessa data, passei a ter uma ligação com o Paulo muito bacana. 

Ele ficou um tempo na presidência da Super Rede e depois passando para mim, obviamente, durante esse período tivemos uma convivência muito próxima e eu acabei tendo um grande professor que foi o Paulo Novais.

Aprendi muito com ele, aprendi a admirá-lo, e tivemos uma relação muito bacana. Apesar da diferença de idade, a gente acabou se tornando grandes amigos, chegamos até a viajar juntos para Portugal, fomos passear por lá, foi uma viagem muito gostosa. Tenho boas lembranças com o Paulo, não só dessa viagem, mas essa se tornou um símbolo da nossa amizade.

É uma grande perda para o setor supermercadista, pois ele foi um empresário que montou um negócio fantástico a partir de uma pequena loja na periferia de Fortaleza e conseguiu fazer todo esse fenômeno que foi sua atuação durante todo esses anos de trabalho.

Perdi um grande amigo e o setor, um grande empreendedor e incentivador. Só me resta saudade!"

(Severino Ramalho Neto

Diretor-presidente da rede de supermercados Mercadinhos São Luiz)


"Paulo Assunção Novais é uma personalidade importante da história do varejo supermercadista cearense. Chegou ao segmento de forma despretensiosa, trazendo principalmente seu arrojo de empreendedor e grande relacionamento construído por suas ricas experiências de outros segmentos.

Suas contribuições ao setor garantiram que pudéssemos, em conjunto, evoluir nas lutas pelas causas e direitos dos varejistas, o que acabou por se tornar seu traço marcante: exercia representatividade. Não permaneceu despretensioso, do contrário, cresceu, somou consideravelmente ao nosso setor e enalteceu a nossa classe. 

Marcou, com sua autenticidade, compromisso e maneira única de se relacionar com todos a sua volta. Ficará em nossa história e memória. Ao Paulo Novais, rendemos todo nosso agradecimento. À seus familiares e colaboradores, toda nossa solidariedade."

(Gerardo Albuquerque

Presidente da ACESU - Associação Cearense de Supermercados)


"Foi com enorme pesar que tomamos conhecimento do falecimento do Paulo. Na minha vida profissional tive a oportunidade de conviver com esse empresário sério e comprometido com o trabalho. Paulo foi um homem justo e de uma capacidade intelectual admirável! Simples e querido por todos, um exemplo a ser seguido. Um ser humano ímpar! 

Além de uma parceria sólida entre nossas Empresas – MReis e Super do Povo – existia entre nós, uma troca mútua, onde o respeito e colaboração se faziam sempre presentes. Ora montando som, ora cantando; aconselhando ou sendo aconselhado, nossa amizade tinha valor imensurável. 

Vai meu amigo, agradeço a Deus os vários momentos que passamos juntos, que Ele te receba em festa e junte-se ao João, Edson, Eudes e outros queridos amigos que já se foram. Que nosso Deus conforte seus familiares e amigos neste momento de dor e saudade.

“Amigo é coisa pra se guardar debaixo de sete chaves, dentro do coração. Assim falava a canção, que na América ouvi. Mas quem cantava chorou, ao ver o seu amigo partir. Mas quem ficou, no pensamento voou, com seu canto que o outro lembrou. E quem voou, no pensamento ficou, com a lembrança que o outro cantou.” trecho da música de Milton Nascimento, Canção da América.

Vai com Deus, meu amigo!"

(Maurício Brasil

MReis)

"Um homem que viveu seus 89 anos, como exemplo de empreendedorismo. Sua vida empresarial teve início quando ainda era funcionário da Esso Petróleo e, graças a sua inquietude, galgou o posto máximo de gerente geral da multinacional para as regiões Norte-Nordeste do Brasil. 

Daí para a aquisição de seu primeiro posto de combustíveis foi a grande porta para deixar fluir sua veia empreendedora, criando uma cadeia de postos das mais importantes de nosso estado. Investiu também nos setores agropecuário, imobiliário, transporte de combustíveis, conversão de motores para gás natural, além de lojas de supermercado, tendo participação decisiva no crescimento desses setores. Sua primeira loja de supermercado de um total hoje, de 7, foi inaugurada em 1983. 

Em 2001, participou com mais 5 outros companheiros da criação da “UNISUPER”, a primeira Central de Negócios de nosso estado, que serviu de modelo para outras centrais de negócios Brasil afora. Em 2005, três outros grupos se juntaram ao grupo original e em 2009, a UNISUPER (agora rebatizada de SUPER REDE), atingiu a marca histórica de R$ 1 bilhão de faturamento. 

O momento acima, da entrega de uma placa comemorativa, entre outras conquistas, ao amigo e cliente de vários anos, me deixou lisonjeado. O Ceará privilegiado reconhece seu trabalho em prol do empreendedorismo; agradecendo a querida PACATUBA, que lhe apresentou ao mundo. Seus ensinamentos com certeza se perpetuarão ao longo de nossas vidas.

ETERNAS E AGRADÁVEIS LEMBRANÇAS!"

(Chico Barreto

Representante Arroz Blue Ville)


"Por tudo que representou em sua breve e benfazeja passagem por este plano terrestre, falar sobre Paulo Novais não se apresenta como tarefa das mais difíceis, muito pelo contrário, haja vista o ser humano ímpar que o foi em vida. Isso posto, devo lhes dizer que "Seu" Paulo, como era carinhosamente tratado pelos que tiveram o privilégio de usufruir de sua agradabilíssima convivência, era um cidadão, no sentido mais abrangente do termo, um cavalheiro, na verdadeira acepção da palavra, enfim, aquele tipo de pessoa de quem a gente costuma gostar facilmente, daí, sua partida ter deixado uma enorme lacuna e não apenas para seus familiares, todavia, para todos nós, seus amigos e colaboradores, que com ele dividiam o dia a dia.

Quanto ao empresário, propriamente dito, seu alentado legado, dos mais sólidos, indiscutivelmente construído com muita sabedoria e luta evidente, formado pela Família (ou Grupo, se preferem) Super do Povo, fala por si só, denotando sua visível inclinação para o sucesso atingido, trilhando uma trajetória de êxitos que foram se solidificando etapa por etapa. 

Temos a certeza de que esse legado, a partir de agora, terá sim seu seguimento sob a correta condução de seus denotados herdeiros. Finalizando, só nos resta ainda pesarosos, lamentar a perda do nosso estimado "Seu" Paulo, uma figura decididamente ímpar, o que o o faz, desde já, uma saudade imorredoura, sem dúvidas."

(R. C. BANDEIRA

AGB Refrigeração)


"Para minha sorte eu conheci o Sr Paulo. Nas duas oportunidades em que estive com ele, eu tive a chance de extrair dele uma parte de sua longa e bela trajetória. Vi o quanto ele era dedicado e focado em seus negócios e o quanto ele queria prosperar. Lembro-me de uma frase que ele me disse e que eu guardei como um aprendizado: “toda empresa deve se auto

sustentar. Neste período de novos investimentos para não perder ainda mais mercado, eu arrisquei muito, coloquei parte de minhas economias aqui e embora meus filhos estejam aqui, eu preciso, mais que antes, manter a minha visão sempre por perto”.

(Van Fernandes)


"Podemos o Sr. Paulo Novais como uma lenda do varejo supermercadista cearense, foi meu grande mentor de carreira, sou bastante grato por ter me dado a oportunidade do meu primeiro emprego , por todos os ensinamentos, conselhos , confiança e credibilidade. Com o passar dos anos passamos a ter uma relação de patrão e amigos confidentes apesar da distância de idades, na realidade, Paulo Novais foi minha maior faculdade profissional, fui um grande privilegiado em ter sido seu aluno e ter trabalhado ligado diretamente a ele por 10 anos. Terei eterna gratidão por ele ter me preparado e ter sido um dos grandes responsáveis pelo o profissional que me tornei hoje, muito obrigado por tudo, meu chefe."

(Michael Jhonnys)


"Me pronunciar sobre Paulo Assunção Novais é fácil. Alguém que no decorrer dos anos nos ensinou sobre liderança de várias formas. Foi um bom mestre, ensinou a dizer a verdade sempre. No final de tudo, aquele que aprendeu suas lições dará continuidade. 

Nada poderá apagar sua história, na qual em 1985 passei a fazer parte, fui bem recebida por ele. Ao longo dos anos acompanhei sua trajetória de crescimento empresarial no ramo varejista. 

Tiveram momentos difíceis, mas com a visão de empreendedor que só ele tinha, tudo se resolvia. Sua missão foi cumprida. Minha enorme gratidão!"

(Marilene Barbosa)


"Foi um grande privilégio conviver com Paulo Novais. Homem inteligente e simples que teve sua vida pautada na honestidade e no trabalho. Muito representou para o ramo do varejo, ensinou para muitos que, antes de querer vencer na vida, temos que ter compromisso com nós mesmos.

Foi um divisor de águas em muitas situações vividas, gratidão é o que define tudo que tenho a dizer desse ser incomparável. Deixou um legado memorável. Saudades!"

(Maria Jacinta do Nascimento Teixeira)

"Chamado por mim, carinhosamente de “CORONEL”, tio Paulo Novais, irá fazer falta em todos os âmbitos, familiar e empresarial. Foi um Homem de muita grandeza, visão, empreendedorismo, sabedoria e, principalmente, de um bom coração, um homem firme, de palavra, mas de uma HUMILDADE, que só quem o conheceu pode descrever.

Generoso em ensinar o que sabia da sua profissão para quem estivesse disposto a aprender, nunca o vi como chefe e sim como um líder. Para mim, particularmente, foi um grande professor, além de tio. Agradeço a Deus por ter dado-me a oportunidade de ser seu sobrinho e aprendiz.

Agradeço também a oportunidade que foi dada a nossa empresa de ingressar na Super Rede, momento em que conquistou um desenvolvimento satisfatório. Tio Paulo deixa um grande legado para seus familiares, amigos e supermercadistas."

(Junior Novais)


Fornecedores

Nós que convivemos diariamente junto aos supermercadistas, sabemos das dificuldades e prazeres de viver do varejo alimentício. Um dono de supermercado é, muitas vezes, um amigo e, principalmente um dos maiores incentivadores da indústria. Sr. Paulo Novais foi, sem dúvidas, um grande empresário e empreendedor, mas também foi um brilhante professor, pois até com poucas palavras ou até mesmo pequenos gestos, nos ensinava o melhor caminho.

Ficará a saudade, mas acima de tudo seus ensinamentos, pois esses jamais esqueceremos ou perderemos.