Mercadinho Jurandir, um saudoso legado

Varejo cearense sofre perda de mais um grande visionário do setor supermercadista

 

A história de José Jurandir Alves da Rocha no varejo supermercadista começou em 1989 com um pequeno comércio. Ainda muito jovem, Jurandir tinha apenas 29 anos, mas já tinha a responsabilidade de manter sua família por meio do seu trabalho honesto. As dificuldades eram naturais, assim como em qualquer outro ramo, porém, como um bom empreendedor, ele não desistiu e foi investindo cada vez mais nos seus objetivos e ganhando notoriedade no varejo cearense.

Depois de mais de 30 anos, o Mercadinho Jurandir é um empreendimento sólido e reconhecido pelo setor. Otacílio Martins Rocha, presidente da Max Rede, presta sua homenagem ao companheiro. “É com muita tristeza e pesar que, em nome de todos os associados da Max Rede, lamento pelo falecimento prematuro e inesperado do nosso amigo e associado José Jurandir Alves da Rocha. Jurandir foi um dos sócios fundadores Max Rede, sempre se destacando como um homem de comportamento exemplar, que lutou muito para construir um patrimônio, sempre pensando no bem estar  e manutenção da sua família. Desta forma, expressamos nossas mais sinceras condolências a família e amigos por esta  lamentável perda”, lamenta.

 

Flávio Macedo, também registra suas palavras ao amigo. “Como homenagear meu amigo Jurandir… Ainda estou consternado com a maneira como lhe tiraram a sua vida. Tenho ido a sua loja duas vezes por semana, para orientar o seu filho a dar sequência ao seu brilhante trabalho, todos da Max Rede estão envolvidos nesse processo. Jurandir, um homem simples, amigo, bom pai, trabalhador incansável e de grandes atitudes, não media esforços pra ajudar um amigo, nas vezes em que o visitava, sempre dizia: “meu patrão, o que posso fazer pra lhe agradar?”. Era o jeito simples de dizer que gosta de mim. Homem de poucas palavras, mas eu o entendia muito bem, e quando não queria algo, dizia “deixa quieto”. Hoje, dias após sua partida, amigo, ainda emocionado quero reforçar que não mediremos esforços para ajudar a sua família e dizer que apesar de seu filho, Junior, preencher o seu lugar nas reuniões de associados, em nossos corações essa cadeira sempre estará vazia. Tenho certeza que está em um bom lugar e Deus já começou a fazer sua parte, pois sua filhinha foi aprovada para medicina. Que Deus nos dê forças para suportar sua partida e que você seja nosso representante aí no Céu, um forte abraço do seu amigo”, encerra.

Fornecedores

Perdemos um grande nome no setor supermercadista cearense, porém seu trabalho foi realizado com muita responsabilidade enquanto esteve entre nós. Temos a esperança de que seu nome seja bem representado por quem der continuidade ao seu legado, pois nós, amigos e fornecedores, continuaremos presentes escrevendo essa história honrosa.