Do Dia Supermercados, uma rede própria que está conquistando os paraibanos

Com seis lojas em atuação, a rede continua em expansão e preza pelo bom atendimento, conforto e comodidade dos seus clientes


Com raízes familiares fortemente ligadas ao comércio, a história do Do Dia Supermercados começa em 2008 pela visão empreendedora dos irmãos Cláudio e Jefferson Freitas Alencar. Visionários, ainda com a primeira loja os sócios já focaram na expansão e crescimento até conseguir abrir sua filial cinco anos depois da primeira loja. 

Em 2018 surgiu a possibilidade de abrir uma loja na cidade de João Pessoa, levando um conceito totalmente diferente com relação a atendimento, conta Cláudio Freitas Alencar. “Sabíamos dos desafios que nós iríamos enfrentar ali na capital, então implementamos aquilo que a gente praticava ao longo dos 12 anos e levamos para a capital o conceito de bom atendimento, relacionamento cliente-colaborador e diretoria com o cliente. Aproveitamos o mercado e tem sido um sucesso unindo essas duas coisas, qualidade no atendimento e preço justo”, reforça.

Antes da primeira loja, Cláudio Freitas Alencar trabalhou como vendedor e depois, representante comercial. “A gente conquistou um espaço no mercado que nos permitiu novas unidades. A segunda unidade veio cinco anos após a primeira e nos anos seguintes vieram a terceira, a quarta, a quinta e a sexta”, explica.

Atualmente, a rede Do Dia Supermercados disponibiliza três lojas de varejo em Catolé do Rocha e uma de atacado. Em Brejo do Cruz conta com uma loja de varejo e outra em João Pessoa. “No início de tudo era apenas uma loja simples com dois check-outs, hoje temos uma rede com seis lojas, entre elas um centro de distribuição próprio e aproximadamente 500 funcionários. A gente já vem de uma família de comerciantes, nossos avós eram atacadistas, toda a família é do comércio e a gente seguiu mais ou menos essa linha”, conclui Cláudio. 

 

Retomada econômica 

Em todas as lojas a área de vendas é uma média de 1.000 m2, variando um pouco de uma para outra. A maior loja fica em João Pessoa, uma área ocupada de 8.000 m2, contando com o estacionamento, uma área construída de 5.000 m2, retaguarda de depósito e a área de circulação do cliente com 2.200 m2.

Cláudio Alencar conta que os projetos de expansão continuam firmes. “Pretendemos driblar essa dificuldade financeira que a gente vai enfrentar da melhor forma possível. Mesmo pós-pandemia, diante de todo o mercado afetado por essa paralisação que está sendo obrigatória, estamos tentando minimizar os gastos e otimizar resultados para que a gente possamos continuar lucrando e investindo nas nossas lojas. Para 2021 a gente tem o projeto de abrir mais duas lojas, uma em João Pessoa e mais outra aqui em Catolé do Rocha mesmo”, expõe.

Jefferson Alencar fala que ter otimismo é fundamental em tudo, principalmente diante de crises. “Sabemos que tudo vai ser um pouco diferente. A gente sabe que a partir de agora, depois dessa pandemia, o comportamento do mercado requer mais a nossa atenção, principalmente nesta questão cultural de comprar online, por delivery, a gente tá investindo muito no nosso e-commerce para atender as pessoas no próprio domicílio, sem precisar sair de casa. Porque mesmo após essa pandemia a gente acredita que essa demanda vai continuar crescendo”, reforça.

O empresário explica que o e-commerce da rede já estava em desenvolvimento, mas a utilização era muito tímida devido a baixa adesão. “Durante quarentena a gente cresceu 3.000% mais. Essa foi uma forma que a gente buscou de se sobressair nessa pandemia. A gente investiu no e-commerce e em outras ações, estando mais perto do público, demonstrando nossa transparência com os cuidados de proteção e tudo mais”, encerra Jefferson.

Jimmy Wagner, diretor de marketing da rede, conta que o setor adotou algumas posturas durante a crise, uma delas foi a responsabilidade social com seus colaboradores e clientes. “Adotamos todas as medidas de proteção que os órgãos competentes iam nos indicando, reforçamos as medidas de higienização e de limpeza que a gente já mantinha em nossas lojas, contratamos mais de 40 pessoas para nos dar suporte e evitar que filas e aglomerações fossem geradas nas nossas lojas”, explica.

Ao contrário de muitas outras empresas, a rede Do Dia Supermercados investiu em novas contratações. “Fortalecemos o corpo de colaboradores, reforçamos setores como padarias, açougues, entre outros. Uma outra questão que tivemos que nos adaptar, aqui no sertão da Paraíba principalmente, foi com a compra online. A gente sabia que já era uma realidade, mas que ainda não tinha chegado aqui. Nós já tínhamos um aplicativo que oferece descontos e precisamos inovar. Primeiro com a venda online através do whatsapp e simultaneamente adquirimos um site, estamos oferecendo para toda a região o serviço de delivery”, finaliza Jimmy.