Paraíba se mantém na categoria 'rating B' do Tesouro Nacional

Paraíba permanece entre os estados brasileiros que são Rating B dentro do ranking do Tesouro Nacional que analisa o equilíbrio financeiro e a capacidade de pagamento dos estados. O dado foi repassado nesta sexta-feira (7) por meio da nota técnica da Secretaria do Tesouro Nacional. 

Dos três indicadores utilizados para avaliação do Rating, a Paraíba alcançou nota A em dois (endividamento e liquidez), recebendo nota B apenas no índice de poupança corrente, cuja nota A tem por limite indicador de 90% e o estado alcançou indicador de 92%. 

Segundo o secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, Gilmar Martins, o Rating B atesta a boa situação fiscal do estado, e o credencia a receber garantia da União na contratação de operações de crédito. "A manutenção do Rating é importante, pois, neste momento, está em curso o processo de Chamada Pública para contratação de operação de crédito no valor de R$ 200 milhões, e os agentes financeiros que devem apresentar propostas com certeza levarão em consideração o Rating do estado na hora da análise de risco da operação”, disse o secretário. 

RATING DO TESOURO NACIONAL - A portaria nº 306 da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) do Ministério da Fazenda apresenta uma forma de verificar a capacidade de pagamento de um Estado, aferindo a possibilidade de estes captarem operação externa de crédito, associando ao respectivo ente federativo uma classificação de sua situação fiscal, ou seja, associando um rating ao governo estadual em análise. A partir dessa portaria, pode-se aferir oficialmente – do ponto de vista do governo federal – a situação fiscal de um determinado Estado.