Como a Lei Geral de Proteção de Dados afeta o mercado varejista

Por Amilcar Pavan, sócio-proprietário dos Flex Atacarejo e ASP Hortimercado

Em vigor desde o ano passado e valendo integralmente desde agosto de 2021, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) tem mudado a forma em que nós varejistas estávamos acostumados a tratar os dados dos nossos clientes e como os aplicávamos  no dia a dia de nossas empresas.

Para você que não sabe o que é a LGPD eu explico: ela foi inspirada pela General Data Protection Regulation (GDPR), que está em vigor há vários anos na Europa, e consiste basicamente em regulamentar e deixar de forma transparente a coleta e o uso das informações pessoais de seus clientes. Qualquer dado que for captado, o seu proprietário terá de ter ciência e também deverá ser informado sobre como ele será utilizado. Quem não cumprir essa lei pode sofrer sanções de até R$ 50 milhões.

Para ajudar você a compreender um pouco mais sobre o assunto, irei listar alguns pontos importantes dessa lei: a proteção à privacidade, transparência, desenvolvimento, padronização de normas e também favorecimento à concorrência.

Mas como isso pode afetar o setor varejista em geral? Antes de tudo, é necessário que os varejistas, como supermercados, lojas e outros tipos de prestadores de serviço, independente qual seja o seu tamanho no mercado,  se enquadre à lei, principalmente por conta da pluralidade de perfil de seus clientes, assim, contribuindo na vasta quantidade de informações ligadas à marcas e aos produtos.

Por conta do avanço tecnológico, como a criação de algoritmos de inteligência artificial, dados de localização, assim como reconhecimento facial, entre outras inovações, é possível, por exemplo, examinar os perfis de comportamento de seus clientes e definir hábitos de compra, sem precisar se limitar a estudos para identificar o gasto de um grupo de consumidores e frequentadores casuais, tornando possível obter resultados mais precisos de seus clientes.

A lei é uma ótima forma para otimizar suas relações com os usuários do seu serviço, podendo atender melhor às demandas, dentro do perfil de cada um, assim como trará diversas oportunidades de crescimento. Além da transparência, especialmente diante das condutas preventivas que precisam ser adotadas como forma de minimizar, ou até mesmo prevenir, a existências de penalidades severas.

Essa é uma oportunidade para sair na frente e se destacar no mercado. A LGPD traz grandes mudanças positivas na estrutura de relacionamento entre os varejistas e seus clientes, fazendo com que o uso de dados para estratégia seja imprescindível para o futuro, ainda mais no ramo varejista, onde as novas demandas ditam os caminhos que você deve seguir.

Fonte: New Trade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Fale conosco! Available from 08:00 to 22:00