Falta de São João dá forte golpe na economia do Nordeste pelo 2º ano

Tradicional evento é um dos grandes produtores de emprego e renda e são vistos como ponto alto do ano por vários municípios do interior, mas será cancelado pela segunda vez 

Devido à pandemia de covid-19, os principais polos do Nordeste sofrem forte golpe na economia devido a mais um ano sem acontecer a tradicional festa de São João no mês de junho. Somadas, as estimativas de prejuízo dos nove estados do Nordeste totalizaram cifra superior a R$ 1 bilhão.

Além do impacto econômico, as restrições para os eventos presenciais impactam nos empregos gerados na época. De acordo com os dados da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), antes da pandemia, cerca de 12 mil postos de trabalho diretos e indiretos eram criados em Caruaru, a maioria em virtude das comemorações do ‘Maior e Melhor São João do Mundo”, como é chamado o evento na cidade.
Em junho do ano passado, vários setores com relação direta ou indireta à festa também tiveram queda no faturamento. O levantamento da Fiepe aponta que houve retração dos segmentos como os de metalurgia básica (-15,8%), materiais elétricos (-14,9%), e de celulose e papel (-10,2%). Segundo o governo do estado de Pernambuco, apenas a estimativa de perda no estado é de R$ 433 milhões.
Maior adversária de Caruaru no quesito “maior festa de São João”, Campina Grande também administra expectativas de prejuízo. Os dois principais polos do Nordeste durante os festejos juninos teriam deixado de ganhar cerca de R$ 400 milhões no ano passado e se preparam para mais um ano comprometido.
Nesta sexta-feira (18/6), durante um programa de rádio local (Rádio Arapuan), o prefeito Bruno Cunha Lima anunciou novo decreto definindo medidas para o enfrentamento à covid-19 em Campina Grande. O documento deve ser assinado e publicado ainda hoje.

Alternativa

O Maior São João do Mundo em Campina Grande, em sua última versão presencial 2019, teve recorde de 1,8 milhão de presença do público. Para que a tradição não se perca, desde o ano passado são feitas transmissões ao vivo do São João em sua versão remota.

Em Pernambuco a festividade teve de ser cancelada pela segunda vez, desde o inicio da pandemia. Não há informações sobre possíveis comemorações online.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Fale conosco! Available from 08:00 to 22:00