Aumento da Selic promete travar novas aberturas de capital na Bolsa em 2022

A sinalização de que a Selic, a taxa básica de juros da economia, vai chegar logo aos temidos dois dígitos (alguns bancos já preveem uma taxa de 12% no começo do próximo ano) agravou o cenário já ruim para as ofertas de ações, e tem potencial para colocar fim a um ciclo historicamente inédito de entrada de novas empresas na Bolsa de Valores. Para especialistas, em meio a um ambiente de juros mais altos, risco fiscal e falta de previsibilidade da agenda do governo, os IPOs (ofertas iniciais de ações, na sigla em inglês) previstos para o primeiro trimestre estão comprometidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Fale conosco! Available from 08:00 to 22:00