Como criar hábitos positivos

Quanto mais vezes e por mais tempo você mantém um comportamento, mais ele se solidifica na sua mente

Cerca de 40% das nossas atividades diárias são hábitos, que podem ser bons ou ruins. Podemos ter hábitos positivos, como fazer exercícios físicos, dormir e se alimentar bem ou nocivos, como beber álcool, comer muito doce, procrastinar, etc, que nos mantém longe de alcançar nossos objetivos.

O segredo do hábito é a repetição. Quanto mais vezes e por mais tempo você mantém um comportamento, mais ele se solidifica na sua mente e mais difícil fica criar um hábito positivo ou eliminar um negativo da sua vida.

Por isso, é bom entender como funciona o ciclo de um hábito para tentar hackear sua mente e mudar comportamentos. De acordo com o escritor Charles Duhigg, no livro “O poder do hábito”, ele sempre começa com um gatilho (1), que desencadeia uma ação (2), que gera uma recompensa no nosso cérebro (3). Com a repetição, o ciclo recomeça indefinitivamente e as três coisas se tornam uma só na nossa mente.

Por isso hábitos são tão difíceis de serem alterados. Porque eles vão contra o nosso cérebro, que já se adaptou à rotina, e tenta nos proteger de situações incertas e, por suposição, perigosa. Quando você quer mudar, precisa transmitir para sua mente que está no controle e quebrar a rigidez da rotina.

Para criar um novo hábito, portanto, é preciso tomar uma decisão e trabalhar ativamente nessa construção. Para começar, selecione o hábito que você deseja criar: acordar cedo, meditar, praticar exercícios físicos, fazer uma leitura diária, trabalhar em um projeto novo, terminar um relatório ou artigo científico.

Rodeie-se de estímulos como imagens, músicas, grupos, aplicativos que te lembrem o que fazer. Depois, adicione uma recompensa que seu cérebro seja capaz de perceber, reconhecer e se animar. Por exemplo: se você quer praticar exercícios físicos diariamente, crie um horário certo para isso e inclua uma gratificação imediata. O ciclo: um gatilho -> uma ação -> uma recompensa.

Faça isso de forma persistente por pelo menos três semanas, até sentir que introduziu esse novo comportamento em sua vida. Você vai falhar muitas vezes, mas não desanime. Se estiver difícil, diminua o escopo: se você se planejou para fazer 30 minutos de ginástica todos os dias e em um dia específico só consegue por 5 minutos, faça assim mesmo! Não pule a atividade, só porque não pode se dedicar totalmente.

Uma forma de manter a consistência é registrar diariamente sua nova atividade em um caderno, calendário ou mesmo aplicativo. Isso ajuda no monitoramento de nova atividade e na sua jornada pessoal de desenvolvimento.

Lembre-se: leva tempo para criar ou modificar um hábito. Por isso, é importante conhecer muito bem o ciclo, exercitar o autocontrole e manter a consistência. Muito mais do que motivação, é a persistência que vai te manter na linha. Você terá que se lembrar, se cobrar, se motivar e se recompensar ativamente até que o hábito tenha sido introjetado na sua vida.

Fonte: Exame.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

× Fale conosco! Available from 08:00 to 22:00